Notícias

000378 – 03.02.2014 – TIPOS DE ACIDENTES COM RAIO

As formas de acidente por Raio são de quatro tipos:

·         Direta - o Raio cai sobre uma pessoa em pé em um lugar aberto, entrando pela cabeça (entra no crânio pelos orifícios), atravessa externamente e internamente a pessoa e sai pelo solo. Esse tipo de acidente é o que faz o maior número de vítimas.

·         Por contato - o Raio atinge um objeto próximo a pessoa, transferindo-se para ela. Os objetos de contato podem ser tacos de golfe, guarda-chuvas ou por  exemplo, um molho de chaves.

·         Por espalhamento (splash) - ocorre quando a tempestade está em cima de uma área cheia de árvores e o Raio cai sobre uma delas, e se espalha pelas pessoas em volta. Pode ocorrer também dentro de casa, se a vítima estiver utilizando telefone com fio. É o tipo mais comum de acidente.

·         Em onda - a última forma é quando o Raio atinge o solo e viaja em círculos (igual a quando lançamos uma pedra em um lago) e quem estiver no raio da onda é atingido. Lesões mais frequentes: As queimaduras na pele não são freqüentes. A lesão mais características é a chamada figura de Lichtenberg que não tem valor clínico, porque desaparece em dois dias. Porém, apresenta um aspecto muito curioso. Como já citamos, a questão principal é a parada cardíaca e respiratória. Mesmo, que o atingido pareça “morto”, é indicado o início imediato das manobras de ressuscitação. Outras situações foram associadas ao acidente com Raios como infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral, amnésia, confusão mental, surdez e cegueira reversíveis, perda de movimentos de membros e dores musculares intensas. E, situações decorrentes da queda da própria altura ou de local mais elevado que é muitas vezes a causa da morte e não o acidente em si. Fonte: Isabela Benseñor e Paulo Lotufo – http://ciencia.hsw.uol.com/acidentes-com-raios-no-brasil.htm

Postado em 01/02/2014

Meus Livros

Clique sobre o livro para comprar!

Parceiros